O possível acerto do lateral-direito Daniel Muñoz com o Palmeiras segue distante de um desfecho. O novo embate entre o verdão e o Atlético Nacional, atual time de Muñoz, deixou a negociação entre os clubes em segundo plano até a situação de Miguel Borja, contratado em 2017, seja resolvida na justiça. Nesta quinta-feira (23), os colombianos divulgaram uma nota oficial sobre a FIFA, que decidiu aceitar a cobrança da divida do time paulista referente ao atleta. O Palmeiras irá preparar um recurso contra a decisão.

Com a paralisação dos campeonatos sul-americanos por conta da pandemia de Coronavírus, o verdão passou a cogitar a contratação de Daniel Muñoz apenas para o 2º semestre de 2020. Ao lado do Diretor de Futebol, Anderson Barros, o Presidente Mauricio Galiotte não desistiu do atleta nem mesmo após o encerramento do prazo de inscrições para a 1ª fase da Libertadores e mantiveram uma boa relação com os dirigentes colombianos, que aceitam negociar Muñoz após o acerto do “Caso Borja”.

Veja mais!  Palmeiras soma mais 5 casos de Covid-19 no elenco

Outro fator que distancia Daniel Muñoz do verdão é o financeiro. Com a paralisação das competições por tempo indeterminado, o Palmeiras ainda não sabe até quando vai conseguir manter os pagamentos em dia para seus jogadores e funcionários e não pretende se comprometer financeiramente com outros projetos no momento.

Os atletas e funcionários do Palmeiras seguem de férias coletivas até o início de maio. 

Data: Sexta-Feira, 24 de Abril de 2020

Não deixe de acompanhar mais detalhes sobre o Verdão aqui no Palmeiras Notícias. Informações sobre as partidas, negociações e os bastidores do Verdão são atualizadas todos os dias.

 
Siga o Palmeiras Notícias também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here